Eu Amo Diamantes - Um Blog Stella Diamonds

Conheça os 4 C’s do diamante

by Stella Diamonds

8 de julho de 2019

Você já ouviu falar nos 4 C’s do diamante? É essencial que você os conheça, assim na hora de escolher um anél solitário você saberá como os diamantes são avaliados pelos especialistas.

Essas características são analisadas no método de classificação de 4 C’s do GIA – Gemological Institute of America. Confira abaixo os 4 C’s:

CUT (Corte, Lapidação)

A lapidação determina a simetria das faces do diamante, porque quanto mais perfeito for o corte mais luz irá refletir.

Os cortes são divididos assim:

Raso – Quando o corte é raso boa parte da luz que entra no diamante acaba saindo pela porta dos fundos, assim a luz não chega até os olhos e o diamante pode parecer mais escuro.

Ideal – Como o nome já diz, o corte possui proporções ideais. Assim, grande parte da luz que entra no diamante é refletida pela parte de cima, através da coroa. Isso garante brilho intenso e um diamante mais belo.

Profundo – Se o corte for muito profundo a luz acaba saindo pelas laterais do diamante, por isso ele acaba perdendo um pouco do seu brilho.

Essa característica do diamante é a única que é diretamente relacionada ao trabalho do homem.

CARAT (Quilates)

Desde 1913, o peso dos diamantes é medido em quilates, uma medida internacional conhecida como ‘ct’ (sigla de carat, que é quilates em inglês).

Cada quilate é igual a 0,2 gramas.

Para termos um parâmetro:

0,5 ct (quilates) equivale a 50 pontos, o que equivale a 0,1 gramas

1,0 ct (quilates) equivale a 100 pontos, o que equivale a 0,2 gramas

Então um diamante que tem 50 pontos tem meio quilate, assim dizer que um diamante tem 100 pontos é o mesmo que falar que ele possui 1 quilate.

CLARITY (claridade, pureza)

Os diamantes são formados nas profundezas da Terra, sob muita pressão e calor intenso, assim é natural que eles possuam pequenas marcas.

A claridade ou pureza de um diamante mede a ausência/presença dessas pequenas imperfeições, portanto um diamante pode ser:

Internamente perfeito;

Inclusões muito muito pequenas;

Inclusões muito pequenas;

Inclusões pequenas; ou

Imperfeito.

Os diamantes de clareza perfeita são muito raros, isso porque apenas 1 a cada 5000 diamantes minerados é classificado assim.

COLOR (cor)

Essa característica é uma das mais importantes para um diamante, pois quanto menos amarelado e mais incolor, mais valioso é o diamante.

Eles podem ser classificados em incolores, quase incolores, amarelo muito fraco, amarelo fraco ou amarelo claro.

Agora que você já conhece os 4 C’s fica mais fácil para avaliar qual o diamante ideal na hora da compra.

Recomendados para você