O Anel Solitário vem conquistando o Brasil

by Stella Diamonds

10 de julho de 2019

É muito comum nos Estados Unidos e na Europa a noiva ser surpreendida com um anel solitário ao ser pedida em casamento.

A cena é icônica, e repetida em diversas partes do mundo. O noivo se ajoelha e abre uma caixinha, ali dentro o anel mais desejado pelas mulheres, o solitário.

noivado 2

 

Aqui no Brasil, não faz muito tempo, o costume vem sendo adotado. Então antes, os noivos usavam somente a aliança para fazer o pedido. Recentemente, a atriz Marina Ruy Barbosa foi pedida em casamento com um belíssimo anel de noivado. Aliás, a joia tinha um diamante de 3,5 quilates.

 

marina

 

Já a apresentadora Mirella Santos, em 2011, foi pedida em casamento com um solitário. A tendência é que os pedidos de casamento com anéis solitários só aumente aqui no Brasil. Assim, a ideia é que se torne parte da cultura.

 

A história do solitário no mundo

É do ano de 1477 o primeiro registro de um anel de noivado com diamantes. Ele foi usado pelo Arquiduque Maximiliano da Áustria ao pedir em casamento Maria, a Condessa de Borgonha. O anel tinha diamantes que formavam a letra “M”, do nome dela.

Já no ano de 1866, a joalheria Tiffany & Co. lança o imortal design Tiffany Setting. Um modelo de anel com seis garras que elevam o diamante, dando maior destaque à pedra. Então este modelo ficou conhecido como “solitário” e é até os dias de hoje um dos modelos mais procurados pelas noivas.

Então, agora que você já conhece um pouco mais sobre a história do anel de noivado no Brasil, escolha o seu modelo preferido na Stella Diamonds:

https://www.stelladiamonds.com.br/solitarios

Leia também: 7 motivos para escolher o anel solitário para o pedido de casamento

Recomendados para você